fechar
Cirurgia pediátrica: conheça formas de preparar a criança

Cirurgia pediátrica: conheça formas de preparar a criança

  • 7 de outubro de 2021
  • Postado por: Toctoctoc

A forma como uma criança acorda da anestesia após uma cirurgia pediátrica depende muito da forma como adormeceu. Por isso, é fundamental que os pais ou outros responsáveis a preparem para o que vai ocorrer.

Nesse sentido, algumas ações ajudam a tornar o momento menos traumatizante. A primeira delas é nunca mentir para os pequenos.

Uma coisa é fantasiar sobre o assunto, como criar uma história envolvente sobre as luzes da sala de cirurgia. A outra é dizer que o motivo da família estar no hospital é porque a mãe ou o pai vai ser operado e, de repente, a criança ser entregue nas mãos de desconhecidos que vão levá-la a um ambiente estranho.

SEGURANÇA

Criar um ambiente tranquilo e seguro é mais uma ação necessária da parte dos adultos. As crianças colaboram com os profissionais de saúde desde que se sintam seguras.

É importante, portanto, os pais ou outros responsáveis estarem confiantes, com suas dúvidas todas esclarecidas previamente com a equipe médica, e não deixarem transparecer o nervosismo aos pequenos.

Ainda no que diz respeito à confiança a ser transmitida à criança, levar um boneco ou outro objeto de ligação, inclusive a chupeta, ajuda.

EXPLICAÇÕES

Outra ação importante é explicar com antecedência tudo o que faz parte da cirurgia pediátrica, desde os exames preliminares, passando pela anestesia e chegando ao pós-operatório. Inclusive informar sobre as luzes esquisitas, os alarmes inesperados, e as pessoas vestidas com pijamas estranhos.

Para isso, os pais ou outros responsáveis podem adaptar a informação e a linguagem ao perfil das crianças, seja com teatros de bonecos, uso de fantasias, brinquedos e demais recursos lúdicos.

LIVROS

Existem inclusive livros infantis que tratam do tema cirurgia pediátrica e podem ajudar a combater o medo e a ansiedade dos pequenos e de seus familiares.

Após passar por uma cirurgia por causa de uma hérnia inguinal, o menino Benjamim se recupera bem e quer ajudar outras crianças que precisam ser operadas a não ficarem assustadas como ele ficou antes de ir para o hospital. A história toda pode ser conhecida no livro ‘Vou ser operado! O que acontece quando é preciso fazer uma cirurgia?’, de autoria das psicólogas Neide Aparecida Micelli Domingos, Carmem Beatriz Neulfeld, Kelly Renata Risso Grecca e Maria Cristina de Oliveira Santos Miyazaki.

Com uma linguagem simples e ilustrativa, ‘Minha cirurgia – O livro que explica’, de autoria das psicólogas e educadoras Marina Menezes e Josiane Delvan, apresenta informações às famílias sobre todo o processo cirúrgico, oferecendo recursos que podem auxiliá-las no manejo da ansiedade diante dessa experiência. Assim, os adultos podem ajudar as crianças, conversando de modo sincero e objetivo, dando apoio e estimulando a expressão de pensamentos, dúvidas e emoções.

É normal que os cuidadores fiquem muito preocupados ao saberem que os filhos precisam ser operados, mas também é necessário que compreendam a importância do seu papel para ajudar os pequenos a enfrentarem esse momento. Para esclarecer dúvidas importantes dos pais ou de quem vai acompanhar a criança em sua cirurgia, Marina e Josiane também escreveram o livro ‘Meu filho vai fazer uma cirurgia… Como posso ajudar?’.

As publicações estão disponibilizadas no portal Toctoctoc – Saúde emocional da família em sua porta.

Deixe um comentário

Seu comentário será moderado antes de ser publicado.

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados com *