fechar
A importância da felicidade e saúde mental na infância para um crescimento saudável

A importância da felicidade e saúde mental na infância para um crescimento saudável

  • 16 de abril de 2021
  • Postado por: Autor Anônimo

Afinal o que é a felicidade? Para alguns, pode ser estar com família, amigos; para outros, pode ser estar sozinho por algum tempo. O motivo pelo qual sentimos felicidade pode variar de pessoa para pessoa, mas o significado da felicidade é o mesmo. Quando estamos felizes nos sentimos satisfeitos, contentes, com uma sensação de bem-estar e plenitude.

A felicidade se dá de uma forma contínua e linear, somos felizes quando estamos conseguindo dar conta de nós mesmos, das tarefas diárias e da vida.

Já a alegria tem seus picos em momentos, como quando conquistamos algo quando queremos muito, por exemplo. A alegria (segundo Caminha & Caminha, 2018) vem e passa, o que fica é a felicidade e aquela sensação agradável de plenitude, dever cumprido, ser competente, ter ajudado, sentir-se pertencente ou o que mais puder nos deixar feliz.

Ok, mas quando descobrimos o que nos faz feliz?

Nossa concepção de felicidade é construída desde a infância, nós aprendemos com nossos pais e cuidadores o significado e a representação, como agir em determinadas situações e o que é realmente importante ou não. Já na adolescência colocamos a prova muitas coisas e experimentamos coisas novas, muitas vezes diferentes das que aprendemos que eram boas ou ruins, para que possamos mais adiante, além dos valores da nossa família aprender o que é bom para nós mesmos, o que gostamos e o que nos faz feliz.

Para auxiliarmos uma criança a se desenvolver de modo saudável é muito importante proporcionar momentos felizes. A felicidade reforça nossos vínculos familiares e sociais, traz a sensação de pertencimento, de ser aceito, de valor e prestígio.

Esses momentos não se dão apenas em festas ou com presentes. Proporcionar alegria a uma criança está nas pequenas coisas, como parabenizá-la por uma conquista, mesmo que simples, elogiar um desenho, uma iniciativa. Isso faz com que ela se sinta competente, além de ser um incentivo para que a criança tenha iniciativa e busque aprender mais.

O verdadeiro sentido da felicidade se constrói a cada dia, em valorizar as pequenas coisas que podem nos fazer felizes e não somente em picos de alegria. Por isso é tão importante aprender a valorizar pequenos momentos todos os dias, desenvolver o sentimento de gratidão, a presença de quem gostamos, de um momento de descanso, de um banho quentinho depois de um dia cansativo, nossa comida preferida, receber a ajuda de alguém quando precisamos, tudo isso pode ser felicidade, desde que a gente aprenda a valorizar desde cedo.

Neste Dia da Felicidade, se convide a ver sua vida do ponto de vista da gratidão e ensine isso ao seu filho também. Deixo aqui um desafio, o que acha de tirar um dia para brincar, dar um passeio de bicicleta, fazer um piquenique, um dia de presença de presente. Afinal uma criança feliz se torna um adulto mais saudável.

Texto escrito pela psicóloga Jucieli Oliveira Gomes (CRP 07-27005)

Deixe um comentário

Seu comentário será moderado antes de ser publicado.

Seu endereço de e-mail não será publicado.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *